PERFIL HEMATOLÓGICO DE CÃES (Canis lupus familiaris) SOROPOSITIVOS PARA LEISHMANIA SPP ATENDIDOS NO HOSPITAL VETERINÁRIO DE UBERABA – MG

Moacir Santos de Lacerda, Renato Linhares Sampaio, Rodrigo Supranzetti Rezende, Antoniete Lourenia Gomes

Resumo


O objetivo deste trabalho foi caracterizar o perfil hematológico de cães reagentes para Leishmania spp atendidos no Hospital Veterinário de Uberaba – MG. Foram coletadas amostras de sangue de 15 cães sororreagentes nos testes de Imunofluorescência Indireta e ELISA para realização do hemograma. Dos quinze cães, 12 (80%) eram fêmeas, 53,33% (n=9) tinha idade acima de 8 anos, enquanto que a raça de maior prevalência foi a sem raça definida com 6 animais (40%). O achado mais frequente no eritrograma foi a anemia (53,3%) (n=8). Destes animais, 75% (n=6) apresentaram anemia normocítica-normocrômica. Os níveis plasmáticos de proteínas totais estavam aumentados em 8 dos 15 (53,33%) cães. A leucometria mostra que 03 (20%) cães apresentaram leucopenia e 02 (13,3%), leucocitose. A avaliação diferencial dos leucócitos destes animais revelou neutrofilia em 3 (20%) e neutropenia em 02 (13,33%), desvio para a esquerda em 03 (20%), monocitose em apenas 01 (0,66%), eosinopenia em 08 (53,33%) e linfopenia em 03 (20%). Conclui-se que no presente estudo prevaleceu o quadro de anemia, hiperproteinenia e eosinopenia na avaliação do hemograma de animais soropositivos para LVC. A análise valores do perfil hematológico obtidos dos animais estudados auxiliam o diagnóstico da LVC.

Palavras-chave


Hematologia, Leishmaniose, Anemia, Soropositivo, Cão.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.3738/21751463.2137