AVALIAÇÃO VISUAL E PESO CORPORAL DE BOVINOS DA RAÇA NELORE, EM VILHENA, RONDÔNIA.

RITA DE CÁSSIA CAROLINE OLIVEIRA FARIAS, Andrezza Miguel da Silva, Fabricio Leonardo Alves Ribeiro, Ana Claudia Costa Guiraud

Resumo


Objetivou-se verificar as características morfológicas por meio de escores de avaliação visual e sua associação com o peso corporal de bovinos machos da raça Nelore, em um rebanho elite, no município de Vilhena, Rondônia. A pesquisa foi realizada na Fazenda Martendal, localizada no Município de Vilhena – Rondônia, onde os animais foram criados a pasto e receberam suplementação proteica. Do rebanho foi selecionado um lote de 67 animais machos da raça Nelore, com idade entre 24 a 26 meses, todos Puros de Origem (PO) para avaliação do escore visual e do peso corporal. Analisando as notas referente à avaliação visual EPMU (estrutura, precocidade, musculosidade, umbigo), verificou-se valores de escore para estrutura de 3,85; precocidade de 3,79; musculosidade 3,58 e umbigo 3,31. Observou-se correlação alta e positiva entre peso corporal e estrutura (0,70); peso corporal e precocidade (0,64); peso corporal e musculosidade (0,66). Assim, a avaliação visual mostra grande importância para a seleção em rebanhos da raça Nelore e a observação de correlação entre o peso do animal e características morfológicas, mostra que é possível a seleção de determinada característica por meio da avaliação por escore visual, visando ganhos em desempenho produtivo.

Palavras-chave


Zootecnia; Genética e melhoramento.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.3738/21751463.3676