ENCARCERAMENTO RENAL COMO COMPLICAÇÃO DE PARATOPIA EM FELINO FILHOTE – RELATO DE CASO

Carolina Pires Herker, Elzyene Léga, Thacia Rodrigues Guerra, Bruna Maria Calife Corrêa Prudêncio, Ricardo Lima Salomão

Resumo


RESUMO: Dentre as paratopias, destacam-se as hérnias, eventrações e eviscerações. As hérnias são definidas como a projeção de órgãos através de falhas na musculatura em pontos anatomicamente frágeis. Na eventração ocorre a ruptura da parede abdominal com protusão de vísceras para o espaço subcutâneo e na evisceração as vísceras ficam expostas. O objetivo deste trabalho é relatar o caso de um felino neonato, macho, sem raça definida que apresentou aumento de volume em região inguinal esquerda ao sétimo dia de vida. Dois meses depois, o animal foi encaminhado para cirurgia e constatou-se a presença do rim esquerdo difusamente congesto e aumentado de volume no espaço subcutâneo inguinal, aonde foi realizada nefrectomia devido a inviabilidade do órgão. Após passar pelo procedimento cirúrgico, o paciente perdeu a movimentação e os reflexos da cauda, porém o tratamento cirúrgico promoveu a correção da eventração e cura do animal.


Palavras-chave


Hérnia, eventração, neonato.

Texto completo:

PDF

Referências


AUER, J.A.; STICK, J.A. Equine surgery. 4.ed. Missouri: Elsevier saunders, 1535p., 2012.

BOJRAB, M. J. et al. Técnicas atuais em cirurgia de pequenos animais. 3.ed. São Paulo: Roca, 896p., 2008.

BORGES, T. B. et al. Hérnia inguinal direta em cão macho não castrado - Relato de caso. Enciclopédia biosfera, Centro Científico Conhecer, Goiânia, v.10, n.19; p. 2014.

CIGDEM, M.K. Evisceração abdominal pós-operatória em crianças: possíveis fatores de risco. Pediatric Surgery Internacional, Berlin, v.22, n.8, p. 677-680, 2006.

FERREIRA, A. B. H. Dicionário da lígua portuguesa. 5 ed. Curituba: Positivo, 2222 p., 2010.

FOSSUM, T. W. Cirurgia da cavidade abdominal – Hérnias umbilicais e abdominais. Fossum, T.W. Cirurgia de pequenos animais. Roca: São Paulo; 2.ed., Cap. 15, p. 205-208, 2005.

KNOTTENBELT, D. C.; PASCOE, R. R. Afecções e distúrbios do cavalo. 1° edição, Ed. Manole Ltda., 432p., 1998.

PINTO, C. E. C. Análise da casuística das afecções cirúrgicas observadas, segundo o aparelho corpóreo analisado, no período de 1988 a 2007 na Clínica Cirúrgica de pequenos animais da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo. Apresentado ao Programa de Pós-Graduação, 2009.

READ, R. A.; BELLENGER, C. R., Hérnias. D. Textbook of small animal surgery. Philadelphia: Saunders, 3 ed, Cap. 31, p. 529-533, 2002.

RIBEIRO, J. C. Hérnia perineal em cães: Avaliação e resolução cirúrgica – artigo de revisão. Revista Lusófona de Ciência e Medicina Veterinária, 3 ed, pp.26-35, 2010.

SAMPERIO, C. G. et al. Bioprótesis de pericardio bovino tratado con glutaraldehído (PBTG) en la reconstrucción de la pared abdominal. Cirugía y Cirujanos, v.70, n.4, p.257-266, 2002.

SLATTER, D. Textbook of small surgery. Philadelphia: WB Saunders. 3070 p., 2002.

SUTRADHAR, B.C. et al. Comparação entre os métodos abertos e fechados de herniorrafia em bezerros afetados com hérnia umbilical. Journal Veterinary Science. v.10, n. 4, p. 343-347, 2009.

VIDOR, S. B. Utilização de membranas descelularizadas associadas à terapia celular no reparo de hérnias incisionais de pequenos animais. Monografia apresentada à Faculdade de Veterinária, 2012.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.