A Expansão da Cana de Açúcar e a Avaliação dos Impactos Sociais Acarretados pela chegada da Indústria Sucorenergética no Nordeste Paulista

Lara Bartocci Liboni, Danielle dos Santos Silva, Luiza Helena Pegrucci, Carlos Alberto Grespan Bonacim

Resumo


Este trabalho se propõe a estudar a associação entre as variáveis socioeconômicas municipais riqueza, longevidade e escolaridade, capturadas pelo índice paulista de responsabilidade social (Fundação Seade), e a chegada das matrizes sucroenergéticas nos municípios do nordeste paulista. Pretende-se avaliar os principais impactos da chegada das referidas matrizes nas contas públicas e, fundamentalmente, na “riqueza”/qualidade de vida dos cidadãos paulistas, admitindo que o índice paulista de responsabilidade social (Fundação Seade) tenha sensibilidade para capturar estes impactos. O trabalho trata-se de uma pesquisa descritiva, desenvolvida por meio da análise de dados secundários, portanto não se buscou relações causais ou tampouco o desenvolvimento de teorias que expliquem esses fatos. O presente trabalho conclui que a expansão do setor sucroenergético no nordeste paulista desacelerou o desenvolvimento da qualidade de vida dos municípios, uma vez que a evolução da produtividade do setor não é seguida por elevação nas notas atribuídas a cada componente do Índice Paulista de Responsabilidade Social.

Palavras-chave


Índice Paulista de Responsabilidade Social. Qualidade de Vida. Matrizes Sucroenergéticas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.3738/1982.2278.1035