A SOCIEDADE SOB OS OLHOS DO BRUXO DO COSME VELHO

Patrícia da Silva Almeida, Sueli Silva Gorricho Costa

Resumo


O presente trabalho busca na Literatura e nos Fatores Socioculturais, que são elementos interdependentes, mostrar que a sociedade serve artisticamente de pano de fundo para a arte. Na Literatura Brasileira o destaque da prosa Realista é Machado de Assis, um autor que embora considerado apático à vida social por alguns críticos, é um agudo observador da sociedade brasileira. O objetivo do estudo é expor a forma como ele permeia essas questões, destacando, sobretudo, sua forma de manipular as palavras por meio de sua linguagem. A metodologia se deu por meio da pesquisa bibliográfica e mostrou algumas das muitas artimanhas da escrita de Machado. A análise do conto “Pai contra Mãe” deixa uma visão mais profunda dessa obra, mostrando todo o ceticismo do autor com relação ao progresso, além de apresentar uma leitura alternativa. O resultado da análise mostra a questão da sugestão do estilo machadiano, e as pistas que Machado de Assis deixa em suas obras, principalmente, através do uso da ironia que o leitor às vezes não percebe, além de mostrar o panorama social em que a obra se insere e os problemas presentes na sociedade.

Palavras-chave


Literatura Brasileira. Machado de Assis. Sociedade

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.3738/1982.2278.1043

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários