CAPTAÇÃO DE ÁGUA DA CHUVA EM PROPRIEDADES RURAIS

Sra Camila Aparecida da Silva Martins, Natiélia Oliveira Nogueira

Resumo


O aumento do crescimento populacional fez com que o homem passasse a explorar os recursos naturais de forma inadequada, facilitando a ocorrência de desastres naturais de enormes proporções. Com a exploração dos recursos hídricos de forma não sustentável surge atualmente uma escassez desses recursos, ocasionando sérios problemas de ordem ambiental, social e econômica. Esse processo tem ocorrido não somente em relação à quantidade de água, como também na redução de sua qualidade, comprometendo a sua destinação aos múltiplos usos. Neste sentido, é necessário adotar medidas preventivas ou mitigadoras, para preservar os recursos hídricos, amenizando, assim, os problemas expostos. O objetivo deste trabalho foi abordar os principais aspectos da captação de água superficial das chuvas em propriedades rurais para múltiplos fins. Conclui-se que o procedimento de “captar e armazenar a água da chuva” deve compreender diversas atitudes de respeito ao meio ambiente e a saúde dos próprios agricultores, como uso racional de água, preservação da natureza, redução de custos da propriedade e água com padrões mínimos de qualidade. E que diferentes práticas de cultivo associadas aos sistemas de captação de água das chuvas são alternativas viáveis para uso no meio rural, quando se visa produção sustentável.

Palavras-chave


Recursos Hídricos. Meio Ambiente. Agricultura Sustentável.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.3738/1982.2278.1342