EXTRAÇÃO DE DNA EM MANGABEIRA (Hancornia speciosa Gomes)

Ana Letícia Sirqueira Nascimento, Aline Jesus Sá, Ana Silva Ledo, Ana Veruska Cruz Silva

Resumo


A mangabeira (Hancornia speciosa Gomes – Apocynaceae) é uma planta nativa do Brasil, com crescente devastação nas áreas de ocorrência natural. Estudos de diversidade genética tem sido desenvolvidos para elaboração de estratégias de conservação da espécie. Devido à demanda de pesquisadores interessados na busca de um protocolo padronizado para extração de DNA de mangabeira, o presente trabalho foi desenvolvido para avaliar a eficiência de protocolos de extração de DNA na aplicação de técnicas moleculares em amostras da espécie. Foram utilizadas folhas jovens provenientes de acessos do Banco Ativo de Germoplasma de Mangaba da Embrapa Tabuleiros Costeiros, localizado em Itaporanga d’Ajuda, Sergipe. Foram testadas quatro protocolos e os ácidos nucleicos obtidos foram quantificados em espectrofotômetro. Três amostras com as maiores concentrações de DNA foram utilizadas nos diferentes protocolos para a PCR-ISSR utilizando seis primers (UBC 864, UBC 848, UBC 835, UBC 817, UBC 811 e UBC 80). A análise conjunta da quantificação e amplificação da PCR sugere a recomendação do protocolo de extração 2 (PE2) para extração de DNA de mangabeira.

Palavras-chave


frutas nativas; recursos genéticos; marcadores moleculares

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.3738/1982.2278.2727