FORMAÇÃO DE PROFESSORES: A EXPERIÊNCIA DO PIBID - SUBPROJETO DE PEDAGOGIA DA FACULDADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS DE ITUVERAVA

Maria Madalena Gracioli, Lucimary B. Pedrosa de Andrade, Priscila Alvarenga Cardoso Gimenes

Resumo


Várias pesquisas têm revelado a fragilidade da formação inicial dos professores tendo em vista que a maioria dos currículos dos cursos de licenciaturas está fundamentada em modelos nos quais os estudos teóricos estão desarticulados das práticas pedagógicas, impossibilitando aos licenciandos experiências formativas a partir das situações concretas do exercício do trabalho docente. Considerando a necessidade de se repensar os modelos atuais da formação superior de professores, foi criado pelo Ministério da Educação (MEC), por meio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES, o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à docência - PIBID. Desde 2012 a Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ituverava – FFCL - participa do programa, desenvolvendo subprojetos com alunos das licenciaturas de Pedagogia, Letras, Matemática, Biologia e História. O presente artigo tem como objetivo apresentar aspectos da organização e do desenvolvimento das ações do subprojeto de Pedagogia aplicado nas séries iniciais do ensino fundamental das escolas públicas municipais de Ituverava, o qual enfoca o trabalho com jogos no contexto educacional. O estudo foi desenvolvido por meio de pesquisa bibliográfica e documental fundamentado em autores que discutem a formação docente e a importância dos jogos na educação e em documentos legais como a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (1996), as Diretrizes para o curso de Pedagogia (2006) e os documentos relativos ao PIBID. Os resultados obtidos com a realização do subprojeto de Pedagogia evidenciam a relevância do programa enquanto política pública destinada à formação de professores e sua contribuição no aprimoramento das práticas pedagógicas desenvolvidas na educação básica.

Palavras-chave


Formação de professores. Jogos na educação. Pedagogia. PIBID.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.3738/1982.2278.2859