EFEITO DOS DIFERENTES NÍVEIS DE SOMBREAMENTO E SUBSTRATOS NA PRODUÇÃO DE MUDAS DE PARICÁ

Harleson Sidney Almeida Monteiro, Sinara de Nazaré Santana Brito, Viviandra Manuelle Monteiro de Castro Trindade, Antonia Benedita da Silva Bronze, Meirevalda do Socorro Ferreira Redig, Luiz Augusto de Queiroz Gomes

Resumo


O paricá faz parte da família Caesalpinaceae, sendo uma espécie nativa da região amazônica. É uma espécie que possuí características econômica, ambiental e social de grande importância. Tendo como objetivo de avaliar a produção de mudas de paricá em diferentes tipos de substrato e níveis de sombreamento na Amazônia Oriental. O experimento foi realizado no viveiro de mudas da Universidade Federal Rural da Amazônia. No sentido de superar a dormência, utilizamos o método de escarificação mecânica com lixamento na parte inversa a micrópila. O fator sombreamento consistiu em três níveis, sendo 50, 75 e 100%. O fator substrato consistiu em quatro tipos P1, P2, P3 e P4. Variáveis analisadas, foram altura, diâmetro do colo e o número de folhas. A partir dos resultados observa-se que o ambiente apresentou efeito sobre a interação com à altura, diâmetro do colo e número de folhas (Teste F= 5,40) e (CV= 14,3%). Entre sombreamento e substrato em relação à altura das mudas, foi expressivo no sombreamento a 50%, apresentando maior altura o substrato P1. Com relação ao diâmetro do colo, o sombreamento a 50%, apresentou 3,86 mm, o P3 foi o substrato que apresentou maior média 3,35 mm. A maior quantidade de folhas, está em mudas do sombreamento 50% e 75%, respectivamente. Já as mudas dos substratos P4 e P3, tiveram as maiores médias, 11,75 e 9,6 unidades. Paricá possui bom desenvolvimento em 50 e 75% de sombreamento, sendo considerados os melhores ambientes para a produção de mudas saudáveis e de qualidade.

Palavras-chave


Ambiente; Escarificação; Ecofisiologia; Produção vegetal.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.3738/1982.2278.3898