O PROCESSO DE INSERÇÃO DO CONCEITO GÊNERO NO ENSINO DE HISTÓRIA NO FINAL DO SÉCULO XX

Alcides Mariano Ribeiro, José Lucas Pedreira Bueno, Rogéria Resende Isobe

Resumo


O objetivo deste estudo é contribuir para o debate sobre a temática de gênero na Educação Básica, por meio da análise do processo que engendrou a reestruturação do currículo da disciplina de História nas escolas brasileiras, com a inserção do “gênero” como categoria temática a ser abordado nas salas de aula, na década de 1990. O trabalho se ancora em referenciais teóricos sobre História e Historiografia, Ensino de História e Estudos de Gênero, como: Bittencourt (2008); Funari e Silva (2008); Monteiro (2005); Noremberg e Antonello (2016); Costa; Wortmann e Bonin (2016); Wortmann; Costa; Silveira (2015); Albernaz e Longhi (2009); Louro (1997, 2002, 2007); Moreira e Candau (2003). Ainda foi feito uso de documentos oficiais e legislação educacional. Os resultados enfatizam o impulso das correntes historiográficas no Ensino de História, ressaltando a importância da temática “gênero”, para desnaturalizar as concepções androcêntricas cristalizadas na sociedade brasileira.

Palavras-chave


Gênero. Ensino de História. Educação Básica.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.3738/1982.2278.3918