A ADMINISTRAÇÃO DE ALAMBIQUES E A CONSTITUIÇÃO SOCIOMATERIAL: UMA ANÁLISE DO SOFTWARE CACHAÇA GESTOR®

Carolina Greco, Mozar José de Brito, Alyce Cardoso Campos, Valderí de Castro Alcântara

Resumo


Este artigo teve como objetivo reconstruir a trajetória do desenvolvimento do software Cachaça Gestor®️, criado para facilitar a vida dos produtores e proprietários de alambiques de cachaça, enfocando a sua constituição sociomaterial. Inicialmente, investigou-se o site, o blog, o Instagram e o canal do YouTube da empresa, onde foi possível encontrar textos, imagens, publicações e vídeos importantes sobre a história desde a criação do software Cachaça Gestor®, tal como depoimentos de clientes e dos empresários, notícias e informações fornecidas pela própria empresa. Posteriormente, foram realizadas entrevistas de caráter semiestruturado com dois empresários e criadores do software. A história da criação e desenvolvimento do Cachaça Gestor®, foi narrada a partir dos relatos de seus gestores e possibilitou o entendimento da constituição sociomaterial do software. Foi demonstrado que a tecnologia estudada, desde sua criação, foi moldada pelas estruturas sociais. Entender a realidade das organizações produtoras de cachaça de alambique foi crucial para que os desenvolvedores conseguissem obter os resultados que garantiriam o sucesso de seu produto. Esta pesquisa contribui para o campo dos estudos organizacionais e de sistemas de informação, trazendo uma aproximação entre teoria e prática, por meio do uso da lente sociomaterial, que permite explicar a forma como o social se imbrica com as tecnologias nos ambientes organizacionais.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.3738/1982.2278.3919