GERMINAÇÃO DE SEMENTES DE Phaseolus vulgaris L. cv. “OURO VERMELHO” (FABACEAE) PRÉ-EMBEBIDAS EM DIFERENTES PERÍODOS DE EXPOSIÇÃO E CONCENTRAÇÕES DE GA3

Luiz Miguel de Paula, Thiago Souza-Leal, Paula Mantoan, Cristiano Pedroso-de-Moraes

Resumo


Apesar das giberelinas serem essenciais para a germinação, a sua aplicação em sementes de feijoeiros ainda não foi descrita. Dessa forma, o presente trabalho apresentou por objetivo verificar a influência de diferentes períodos de exposição e concentrações de GA3 na germinação de Phaseolus vulgaris L. cv. “Ouro Vermelho”. As sementes foram submetidas à pré-embebição por 30, 60 e 120 minutos em água e em concentrações de 5, 10 e 20 mg.L-1 de GA3. Posteriormente, foram distribuídas em lotes de quatro placas de petri previamente forradas com duas folhas de papel filtro umedecido com 10 mL de água destilada, contendo 25 sementes cada, e submetidas à temperatura de 25 ± 2°C, e luz branca de lâmpadas fluorescentes a 32,85 μmol.m2.s-1 ao nível da semente e mantidas até sua germinação. As interações entre as concentrações de GA3 e períodos de exposição foram negativos para Tempo Médio de Germinação e positivos para a Germinabilidade e Índice de Velocidade de Germinação, com estas últimas alcançando valores médios maiores à concentração de 20 mg.L-1 sob períodos de exposição ao regulador vegetal de 30 e 120 minutos respectivamente.

Palavras-chave


Fitotecnia; Botânica; Produção Vegetal

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.3738/1982.2278.911