QUALIDADE DE LIMÃO “TAHITI” COMERCIALIZADO EM ESTABELECIMENTOS COMERCIAIS NA CIDADE DE RIBEIRÃO PRETO – SP

Irving Erick Ramos Furtado, Maria Amalia Brunini, Pâmela dos Reis Caetano, Marcio Pereira, Sergio Henrique Santana Cabral

Resumo


O limão “Tahiti” para ser comercializado tem que ser colhido no ponto ideal de maturação, pois é considerado um fruto não climatério, o que torna importante a determinação de alguns parâmetros de qualidade para se assegurar colheita com boa qualidade para comercialização. O presente trabalho teve como objetivo determinar algumas características físicas e físico-químicas e químicas em limão “Tahiti” comercializado em 3 hipermercados e 7 supermercados em Ribeirão Preto-SP. Pelos resultados obtidos, na época em que este estudo foi realizado, pode-se verificar que, estão dentro dos padrões estipulados pelas normas do CEAGESP, com relação aos teores de sólidos solúveis, mas abaixo em relação à porcentagem de suco, e que a massa fresca por fruto variou significativamente em função do estabelecimento. Ainda, pode se concluir que, ocorreu variação da qualidade em função do estabelecimento comercial, principalmente com relação ao tamanho.


Palavras-chave


Citrus latifólia “Tanaka”. Índice de Maturação. Massa fresca por fruto

Texto completo:

PDF

Referências


AOAC. ASSOCIATION OF OFFICIAL ANALYTICAL CHEMISTS. Official methods of analysis of the association of official analytical chemists. 18 ed. Washington, DC, 2005. 1015 p.

BLUM, J.; AYUB, R. A. Controle do amadurecimento do kiwi cv. Monty com 1-metilciclopropeno. Rev. Bras. Frutic, Jaboticabal, v. 31, n. 1, p. 39-43, 2009.

BRUNINI, A. M.; PEREIRA, M.; MELO, J. C.; BARROS, M. A. de L.; Qualidade do limão “Tahiti” comercializado na CEAGESP- Entreposto de Ribeirão Preto/SP.In: BRUNINI, M. A; OLIVEIRA, P. de T. (Orgs.). Agronegócio Perspectiva Multidisciplinar. Marilia: São Paulo, 2014, p 103-113.

CEAGESP-COMPANHIA DE ENTREPOSTOS E ARMAZENS GERAIS DE SÃO PAULO. Normas de Classificação de Citros de Mesa/CEAGESP. Programa Brasileiro para a Modernização de Horticultura. São Paulo: CEAGESP, 2011. 12.p (online).

CHITARRA, M. I. F.; CHITARRA, A. B. Pós-colheita de frutas e hortaliças: fisiologia e manuseio. 2. Ed. Rev. Ampl. Lavras: UFLA, 2005. 785p.

GOES, T. de S.; CARMO, J. S. do; BRAGA, T. R et al. Características físico e físico-química de frutos do limão “Tahiti”(Citrus lotefolia I) cultivados em Guarauaba do Norte – CE. Cultivado o saber, Cascavel, v.5, n.3, p.14-21, 2012.

IAL - INSTITUTO ADOLFO LUTZ. Métodos físico-químicos de alimento. São Paulo. Odair Zenebon, Neus Sadocco Pascuet e Paulo Tigela (Coord.). São Paulo: Instituto Adolfo Lutz, 2008. 1020p. (Versão eletrônica)

JOMORI, M. L. L; KLUGE, R. A.; JACOMINO, A. P.; JACOMINO, A. P.; TAVARES, S. Conservação refrigerada de lima acida “Tahiti”: uso de 1- metilciclopropeno ácido giberélico e cera. Rev. Bras. Frutic., Jaboticabal-SP, v.25, n.3, p.406-409, dezembro 2003.

LUCHETTI, M. A.; MATTOS JUNIOR., D.; NEGRI, J. D.; FIGUEIREDO, J. O. Aspectos gerais e distribuição de cultivo. In: MATTOS JUNIOR, D.; DE NEGRI, J. D.; FIGUEIREDO, J. O. (Eds.). Lima ácida “Tahiti”, 2003. Campinas: Instituto Agronômico, 2003. p. 1-12.

MIRANDA, M. N.; CAMPELO JUNIOR; J. H. Desenvolvimento e qualidade de lima ácida Tahiti em Colorado do Oeste, RO. Rev. Ceres, Viçosa, v. 57, n. 6, p.787-794, nov./dez. 2010.

PASSOS, O. S.; CUNHA, SOBRINHO, A. P. C.; SOARES, FILHO, W. S. S. Lima ácida “Tahiti”: uma alternativa para a citricultura do Nordeste Brasileiro. Cruz dos Almas: EMBRAPA Mandioca e Fruticultura, 2002. 20p. (Documento 101).

SILVA, F. A. S. Assistat versão 7.6 beta. Disponível em: . Acesso em: 26 set. 2014.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.