COMPROMETIMENTO DA QUALIDADE DA ÁGUA SUBTERRÂNEA POR NITRATOS

Marcos Leandro Alves Nunes, Josiane de Brito Gomes, Alberto Dresch Webler, Leonardo Rosa Andrade, Margarida Marchetto

Resumo


Uma parcela considerável da população de Ji-Paraná supre suas necessidades diárias de água em sistemas alternativos de abastecimento, com água proveniente do manancial subterrâneo. Estudos evidenciam que este recurso é suscetível à contaminação e/ou poluição por fontes de poluição pontual, como as fossas, amplamente utilizadas na área urbana deste município. Áreas de plantio de hortaliças são potenciais fontes difusas de contaminação da água e informações sobre o seu efeito na qualidade da água subterrânea ainda são incipientes. Sendo assim, esse estudo propõe avaliar a qualidade da água em localidades próximas a horta, na cidade de Ji-Paraná – RO, a fim de elucidar o impacto que as práticas de fertilização têm na qualidade da água. Desta forma, avaliou-se as concentrações dos íons nitrato e nitrito, além dos parâmetros pH, condutividade elétrica e oxigênio dissolvido, nos períodos de maior e menor precipitação. Ao analisar os resultados da pesquisa, comparando os pontos amostrais à montante e próximos à horta, percebe-se que as maiores concentrações de nitratos quanto de nitrito ocorrem nos pontos adjacentes à área de cultivo. As maiores concentrações para ambos os parâmetros ocorrem na estação seca, valores médios superiores ao período chuvoso em 52,77% para o nitrato e 158,86% para o nitrito. Quanto aos demais parâmetros, não há uma correlação clara entre área de plantio de hortaliças e seus valores.

Palavras-chave


Horta, fertilização, contaminação de manancial

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.3738/nucleus.v9i1.638