CARACTERIZAÇÃO MORFOLÓGICA E MOLECULAR DE ESPÉCIES DE Myrciaria spp

Marcio Pereira, Antonio Luis de Oliveira, Janete Apparecida Desidério Sena, Juliana Regina Vieira da Costa, Marcílio de Almeida, Antonio Natal Gonçalves

Resumo


A Jabuticabeira é considerada como uma das fruteiras mais típicas do Brasil, contudo há poucos estudos desta planta na literatura e mesmo na literatura especializada, existem muitas controvérsias sobre sua classificação. Este trabalho faz comparações entre as espécies de Jabuticabeiras, usando as técnicas de marcadores morfológicos (Organografia) e moleculares (RAPD). As características morfológicas das plantas, usadas como marcadores morfológicos, foram comparadas com espécimes presentes nos herbários dos Estados de São Paulo e Minas Gerais e através da revisão de literatura especializada. As diferenças moleculares entre as espécies foi determinada através do uso de marcadores moleculares (RAPD). O experimento foi realizado nas cidades de Piracicaba, Jaboticabal e Ituverava, São Paulo, Brasil. Diferenças morfológicas e moleculares entre as plantas estudadas foram identificadas e as mesmas foram agrupadas em quatro grupos distintos, as espécies identificadas foram: Myrciaria cauliflora (Mart.) O. Berg, Myrciaria coronata Mattos, Myrciaria jaboticaba (Vell.) O. Berg., Myrciaria phytrantha (Kiaersk.) Mattos. A técnica de marcadores moleculares aliada à técnica de marcadores morfológicos (organografia), mostrou ser uma ferramenta importante na identificação de espécies de jabuticabeiras.
Palavras-chave: Myrciaria, jabuticabeiras, marcadores morfológicos, marcadores moleculares (RAPD)

Palavras-chave


jaboticaba; Myrciaria spp; Myrciaria; spp; MORPHOLOGIC; MOLECULAR; CHARACTERIZATION; SPECIES

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.3738/nucleus.v6i1.185