ANÁLISE ECONÔMICA DA APLICAÇÃO DE GLIFOSATO E MANGANÊS (Mn) NA PRODUÇÃO DE SOJA [GLYCINE MAX L. MERRILL] .

PEROZINI Alexandre Caetano, LAZARINI Edson, ARAÚJO Charles, MARTINOTTO Cristiano, ALMEIDA JUNIOR Joaquim Júlio, MIRANDA Beatriz Campos

Resumo


O glifosato (N- [phosphonomethyl] glicina) é um dos herbicidas mais utilizados em sistemas de cultivo de produtos agrícolas geneticamente modificados, especialmente para a cultura da soja. O seu efeito, assim como do uso de manganês, sobre a produtividade da cultura se torna relevante considerando também seus custos e retornos. O trabalho foi realizado com o objetivo de avaliar economicamente o efeito de doses e épocas de aplicação de manganês e de glifosato em pós-emergência na produtividade da soja transgênica. O experimento foi conduzido na Fazenda de Ensino e Pesquisa da UNESP/Ilha Solteira-SP, localizada no município de Selvíria-MS, com a variedade de soja transgênica BRS Valiosa RR. O delineamento experimental utilizado foi blocos casualizados, com quatro repetições, constituídos pela combinação de 2 doses de glifosato (720 e 1440 g i.a. ha-1) para 2 estádios V3 e V7 e uma dose de manganês (350 g ha-1) no estádio V5. A maior produtividade (2.999 kg ha-1) foi obtida quando se utilizou 1440 g i.a. ha-1 de glifosato em estádios V3 e 0 g ha-1 de Mn e foi quem apresentou maior resultado econômico, acréscimo de R$ 272,99.ha-1 quando comparado com a testemunha.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.3738/1982.2278.2807