GERMINAÇÃO DE SEMENTES E VIGOR DE PLÂNTULAS DE BRÓCOLOS SUBMETIDA AO ESTRESSE SALINO COM NACL

José Carlos Lopes, Khétrin Maciel, Janaina Mauri

Resumo


O presente trabalho foi desenvolvido no Laboratório de Tecnologia e Análise de Sementes do CCA-UFES, em Alegre-E.S., com objetivo de avaliar a germinação e o vigor de sementes de brócolos (Brassica oleracea L. var. itálica) oriundas do sistema de produção orgânica e convencional após tratamentos com cloreto de sódio. O delineamento estatístico utilizado foi o inteiramente casualizado, num fatorial 2 x 6 (dois lotes x seis avaliações), com quatro repetições. As sementes foram tratadas com concentrações salina de 0,0; -0,4; -0,8; -1,2; -1,6 e -2,0 MPa, (equação de Van’t Hoff), aplicadas por imersão das sementes por 15 minutos. As avaliações constaram da germinação, índice de velocidade de germinação comprimento da raiz e da parte aérea, massa fresca e seca das plântulas. Os dados foram transformados em arco seno x/100 e as figuras foram apresentadas com os valores originais. Os dados foram submetidos a análise de regressão e foi utilizado o

Palavras-chave


Brassica oleracea. Germinação. Vigor.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.3738/nucleus.v9i2.789