Estefanofilariose em Vacas Lactantes - Revisão

Laura Aparecida Corrêa da Silva

Resumo


A estefanofilariose é uma doença mundialmente distribuída e caracteriza-se por lesões na pele causada por nematódeo do gênero Stephanofilaria SP, que é transmitida através de moscas, especificamente a mosca do chifre. Esta mosca parasita mais a região da cabeça e pescoço, no entanto, em períodos quentes do ano há uma quantidade superior da mesma, ela se dissemina por todo o corpo do bovino, injetando o verme na pele do mesmo por meio da saliva. As moscas podem se contaminar com nematoda ao se alimentar de vacas doentes e transmitir depois às vacas sadias. Nos bovinos manisfesta- se por dermatite crônica associada com erupção papular progredindo para nódulos, alopecia e ulceração crostosa, Apesar de ser conhecida há muitos anos, é uma doença com poucos estudos e relatos sobre a mesma. Está infecção parasitária é uma zoonose, podendo ser transmitida ao homem, estudos demonstram a presença de microfilárias no sangue periférico de bebês recém- nascidos e bebês gerados por mães não portadoras de lesões cutâneas indicando que além da transmissão ao homem, ocorre a transmissão placentária do parasito. O diagnóstico é feito pelo Médico Veterinário, o qual pode confirmar a presença do parasito pela coleta de material da ferida, a melhor visualização se dá no líquido utilizado para enviar amostra tecidual ao laboratório, denominado exame direto, com observação de sedimento em microscópio. O tratamento é realizado com medicamentos anti-helmínticos como ivermectina, levamisol e amitraz, pode- se recomendar compostos organofosforados para colocação tópica na ferida, com associação de medicamentos injetáveis.

Palavras-chave


Estefanofilariose bovinocultura de leite

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.3738/21751463.3850