IDENTIFICAÇÃO CITOLÓGICA DE ECTOPARASITAS E AVALIAÇÃO HISTOPATOLÓGICA, DA ÁREA PARASITADA, DE PELE E BRÂNQUIA DO PEIXE Carassius auratus (LINNAEUS, 1758)

Gabriel Oliveira Gatti, Larissa Magalhães

Resumo


Situações de confinamento favorecem o surgimento de patologias. Dentre as principais enfermidades encontradas na piscicultura, destacam-se as parasitoses. O objetivo foi avaliar a ocorrência e identificar os ectoparasitas do peixe Carassius auratus provenientes de distribuidores da cidade de Franca-SP, por meio do raspado de pele e brânquia e histopatológico das mesmas regiões de 20 animais, auxiliando assim,   no conhecimento destas enfermidades, na qualidade dos peixes no mercado, além do diagnóstico e prognóstico das parasitoses. Na avaliação citológica foram encontrados dois ectoparasitas e um zooplancton de vida livre (em duas lâminas de pele e uma de brânquia). Na avaliação histopatológica foram observadas lesões branquiais, como ausência total das lamelas secundárias e fusão de lamelas primárias e secundárias, porém não foram encontradas lesões que representassem os parasitas encontrados na avaliação citológica. Pode-se concluir que, apesar da baixa amostragem, aproximadamente 10% dos peixes analisados apresentaram  um ectoparasita, o que denota a presença dos mesmos no sistema de criação.

Palavras-chave


Aquicultura; Ectoparasitas; Peixe dourado; Piscicultura ornamental.

Texto completo:

PDF

Referências


BRIZOLLA, J.C.; OLIVEIRA, A.M.; VECCHI, N.O.; DE MARI, V.S. Peixe-japonês. [Editorial]. Peixes de Aquário, v. 1, n. 7, p. 91-95, 2002.

CAL, J.A. Histologia do trato digestório de Surubim-pintado (pseudoplatystoma coruscans – Agassiz- 1829). 2006. 88 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Programa de Pós-Graduação em Anatomia dos Animais Domésticos e Silvestres, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006.

CAVICHIOLO, F. Histologia: ferramenta relevante para estudos em peixes cultivados. In: TAVARES – DIAS, M. (Org.). Manejo e sanidade de peixes em cultivo. Macapá. Embrapa Amapá, p. 602-606, 2009.

CFMV. Guia brasileiro de boas práticas para a eutanásia em animais – Conceitos e procedimentos recomendados. Brasília: Conselho Federal de Medicina Veterinária, 2012.

DINIZ, N.M.; HONORATO, C.A. Algumas alternativas para diminuir os efeitos do estresse em peixes de cultivo – revisão. Arquivo de Ciências Veterinárias e Zoologia, UNIPAR, v. 15, n. 2, p. 149-154, 2012.

FAO. Fishery and Aquaculture Statistics. Publicado em 2009. Disponível em: . Acesso em: 21 out. 2017.

FAO. Novo relatório da FAO aponta que a produção da pesca e aquicultura no Brasil deve crescer mais de 100% até 2025. Publicado em 2016. Disponível em: . Acesso em: 21 out. 2017.

FLORINDO, M. C. Diversidade de parasito de peixes ornamentais dulcícolas cultivados em Santa Catarina. 2016. 91 f. Dissertação (Mestrado em Aquicultura) – Programa de Pós-Graduação em Aquicultura, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2016.

FROESE, R.; PAULY, D. [Editors]. Fishbase. World Wide Web electronic publication. 2010. Disponível em: . Acesso em: 10 fev. 2018.

HUCKSTORF, V.; FREYHOF, J. Carassius auratus. The Red List of Threatened Species, 2013: Disponível em: . Acesso em: 12 jun. 2018.

LEITE, C.A.L. Noções aplicadas sobre manejo higiênico-sanitário em piscicultura comercial. Boletim de Extensão, v. 62, p. 01-63. 1999.

LIMA, L.C.; RIBEIRO, L.P.; LEITE, R.C.; MELO, D.C. Estresse em peixes. Revista Brasileira Reprodução Animal, Belo Horizonte, v. 30, n. 3/4, p. 113-117, 2006.

LUQUE, J.L. Biologia, epidemiologia e controle de parasitos de peixes. In: Congresso Brasileiro De Parasitologia Veterinária, 13, Ouro Preto, Revista Bras. Parasitol. Vet., v. 13, s. 1. 2004.

OSTRENSKY, A.; BORGHETTI, J.R.; SOTO, D. Aquicultura no Brasil: o desafio é crescer. Brasília, Secretaria Especial de Aquicultura e Pesca, 2008.

PAVANELLI, G.C.; EIRAS, J.C.; TAKEMOTO, R.M. Doenças de peixes: profilaxia, diagnóstico e tratamento. 3. ed. – Maringá: Eduem, 2008.

PIZAIA, M.G.; CAMARA, M.R.G.; SANTANA, M.A.; ALVES, R. A piscicultura no Brasil: um estudo sobre a produção e comercialização de Oreochromis niloticus. Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural, Rio Branco, 2008.

QUEIRÓZ-SILVA, F. Otimização da reprodução de kinguios, Carassius auratus, utilizando-se subtratos (natural e artificial) para a postura dos ovos, em condições laboratoriais. 2009. 48 f. Dissertação (Mestrado em Aquicultura e Pesca) –Instituto de Pesca, Secretaria da Agricultura e Abastecimento, São Paulo, 2009.

REIS, E.A.; REIS, I.A. Análise descritiva de dados. Relatório técnico do Departamento de Estatística da UFMG. 1. ed. 2002. Disponível em: . Acesso em: 15 abr. 2018.

RUTAISIRE, J.; BOOTH, A.J. Induced ovulation, spawning, egg incubation, and hatching of the cyprinid fish Labeo victorianus in captivity. Journal of the World Aquaculture Society, v. 35, n. 3, p. 383-391, 2004.

SANTOS, M.A. Doenças parasitárias de peixes ornamentais cultivados em Santa Catarina: patógenos e patogenia. 2016. 90 f. Dissertação (Mestrado em Aquicultura) - Programa de Pós-Graduação em Aquicultura, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2016.

SEBRAE. Aquicultura no Brasil: série estudos mercadológicos. Publicado em 2015.

SILVA, A.G. Alterações histopatológicas de peixes como biomarcadores da contaminação aquática. 2004. 80 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas, Zoologia e Botânica) – Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2004.

SILVA, A.S.T.; SCHULZ, U.H. Crescimento de Carassius auratus (Actinopterygii: Cypriniformes) em tanques com e sem Abrigo. Acta Biológica Leopondendia, v. 28, n.1, p. 44-45, 2006.

TOLOSA, E.M.C.; RODRIGUES, C.J.; BEHMER, O.A.; FREITAS NETO, A.G. Manual de técnicas para histologia normal e patológica. 2. ed. Barueri: Manole, 2003.

VAZ, B.S.; LOPES, P.; ENKE, D.B.; PUOEY, J.L. Aspectos sobre bem-estar em peixes cultivados. Revista Brasileira de Agrociência, v. 13, n. 4, p. 419-420, 2007.

ZANOLO, R.; YAMAMURA, M.H. Parasitas em tilápias-do-nilo criadas em sistema de tanques-rede. Ciências Agrárias, Londrina, v. 27, n. 2, p. 281-288, 2006. Disponível em:. Acesso em: 25 out. 2017.

ZUANON, J.A.S.; SALARO, A.L.; FURUYA, W.M. Produção e nutrição de peixes ornamentais. Revista Brasileira de Zootecnia, v. 40, p. 165-174, 2011.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.