PRECOCIDADE DE SOJA NA AVALIAÇÃO DE DIFERENTES CULTIVARES

Mateus Vieck Cardoso, Lívia Cordaro Galdiano

Resumo


O objetivo do presente trabalho foi avaliar o efeito da precocidade da soja no desenvolvimento das plantas, em área experimental da Faculdade Dr. Francisco Maeda, no município de Ituverava, SP, no período de outubro de 2016 à março de 2017. Os tratamentos foram constituídos de vinte cultivares fornecidos pela Universidade Federal de Uberlândia. Cada parcela foi formada de quatro linhas de 5 m de comprimento. As linhas laterais foram tomadas como bordadura, sendo então as amostras avaliadas das duas linhas centrais. Para avaliação foram aferidos dias para florescimento, altura da flor e altura da planta. De acordo com os resultados obtidos nesse experimento pode-se concluir que que a precocidade de cultivares de soja não influenciaram no desenvolvimento da planta.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.