HERPESVÍRUS: UMA ABORDAGEM EM EQUINOS

Tamara, Eliana, Rosângela Damaris, Kiyoko Cavalini, D´Auria, Jomori

Resumo


RESUMO: Os herpesvírus equino (HVE) têm sido associados à perdas econômicas importantes na equideocultura no mundo inteiro. Os herpesvírus equino tipo 1 (HVE -1) e o tipo 4 (HVE-4) são causadores de problemas respiratórios, neurológicos e abortos. Já os tipos 2 (HVE-2), 5 (HVE-5) e o 3 (HVE-3) são agentes infecciosos que podem ocorrer com menor frequência nos rebanhos, causando doença respiratória leve, fibrose pulmonar e exantema coital equino, respectivamente. Uma vez sendo portador do HVE, o animal fica infectado para o resto da vida, pois além da infecção aguda, os herpesvírus causam infecções latentes, sem sinais aparente da infecção. No entanto, por uma baixa imunidade ou estresse, por exemplo, o vírus em latência retoma a replicação ativa, resultando em uma nova infecção aguda. A doença pode ser silenciosa e se espalhar sem exibir sinais clínicos. A vacinação associada à medidas profiláticas e o manejo sanitário adequado são medidas que podem minimizar os riscos de contaminação.


Palavras-chave


Herpesvírus equino

Texto completo:

PDF

Referências


AGNOL, D. et al. Detecção de gamaherpesvírus em equinos assintomáticos no Brasil. IN: , I Congresso de pesquisa em saúde animal e humana. Londrina- Paraná, n.11, p.111-222, jun. 2016. Disponível em: .Acesso em: 23 mar. 2017.

ALLEN, G. P. Epidemic disease caused by Equine herpesvirus-1: recommendations for prevention and control. Equine Veterinary Education. v. 14, n. 3, p. 136-142, 2002.

ARDANS. A. Herpesviridae. IN: HIRSH, D.C.; ZEE, Y. C. Microbiologia Veterinária. 2 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2014. 327-330 p.

BARROS, M. B. da S.; MOTA, A. E. R.; LIMA, P. F. Exantema coital equino - relato de caso. IN: JORNADA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO – JEPEX, 13. Anais... Recife, n.11, p. 01-03, dez. 2013. Disponível em: .Acesso em: 07 mai. 2017.

CABALLO SALUD, Rinopneumonitis equina o aborto viral en yeguas 2013.Disponível em: . Acesso em: 18 mai. 2017.

CHIRNSIDE. E; SINCLAIR. R; MUMFORD. J. A. Doenças respiratórias virais. In: REED, S. M; BAYLY, W.M. Medicina interna equina, 1 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan S.A, 1998. 82-85 p.

FERREIRA, C. et al. Equine coital exanthema in a stallion. Scielo, Minas Gerais, v. 62, n. 6, p. 1517-1520, nov./nov 2010. Disponível em: .Acesso em: 12 maio. 2017.

FINGER, M. A. P. Painel de PCR, citologia e endoscopia para diagnóstico de enfermidades do trato respiratório de cavalos carroceiros e corrida da região de Curitiba – PR. Curitiba: Universidade federal do paraná,2015, 129f. Programa de Pós- Graduação em Ciências Veterinária. Disponível em: .Acesso em: 03 mai. 2017. tese

FRANCO, A.C; ROEHE, P.M, Herpesviridae. Replicação dos vírus DNA. In: FLORES, E. F. Virologia Veterinária, 1 ed. Santa Maria: UFSM, 2007. 156- 160p. Disponível em: Acesso em: 10 mar. 2017.

FLORES, E. F. Estrutura e composição dos vírus. Virologia Veterinária. , 1 ed. Santa Maria: UFSM, 2007. 21-33 p. Disponível em: Acesso em: 10 mar. 2017.

MOREIRA, F. M. Manifestação neurológica por herpesvírus equino tipo 1: relato de caso. Belo horizonte: 2012. 28 f. Trabalho de conclusão de curso. Universidade Federal de Minas Gerais. Escola de Veterinária UFMG. Belo Horizonte Disponível em: .Acesso em: 01 mar. 2017.

MOREIRA, N. Investigação das causas de aborto equino. Curitiba: 1992. 70f. Dissertação. Universidade Federal do Paraná. Curitiba.

PANZIERA, W. et al. Equine multinodular pulmonary fibrosis associated with equine herpesvirus 5 in a horse in Brazil . Brazilian Journal of Veterinary Pathology, Rio grande do sul, v. 7, n. 1, p. 17-20, fev. 2014. Disponível em: .Acesso em: 15 mai. 2017.

REED, S.M.; TORIBIO, R.E. Equine herpervirus 1 and 4. Veterinary Clinies of North America: Equine Practice, v.20, p.631-642, 2004. Disponível em: Acesso em: 08 maio 2017.

THOMASSIAN, A. Enfermidades dos cavalos. Botucatu: J. M. Varela, 1984. 257 p.

THOMASSIAN, A. Enfermidades dos cavalos. 4 ed. São Paulo: Varela, 2005. 469.

TRIBUNA. Brasil tem o terceiro maior rebanho eqüino. Disponível em: . Acesso em: 08 jun. 2017.

WILSON. W. D, Mieloencefalopatia Equina pelo Herpesvírus 1. IN: REED, S. M. et al. Medicina interna equina. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1998. 423-429 p


Apontamentos

  • Não há apontamentos.