POTENCIAL DO GRÃO ÚMIDO DE DESTILARIA NA DIETA DE BOVINOS CONFINADOS: REVISÃO DE LITERATURA

Douglas Leão, Maria Niehues, Cyntia Martins, Mario Arrigoni, Cleber da Silva

Resumo


RESUMO: O Brasil possui o maior rebanho bovino comercial do mundo, é o maior exportador e segundo maior produtor de carne bovina, e para atender à crescente demanda por produtos de qualidade, o setor deverá fundamentar-se no uso mais eficiente dos insumos, visando maximizar a produção e minimizar os custos, sendo este, o objetivo desta revisão de literatura. Investimentos em pesquisas para o uso de subprodutos da indústria visando substituir parte da fonte energética na dieta de bovinos de corte, que em confinamento representa uma alternativa para reduzir os custos de alimentação, como também minimizar a ocorrência de acidose ruminal. Entre estes subprodutos, os grãos de milho úmidos de destilaria (WDG), obtidos da produção de etanol a partir do milho vêm ganhando destaque no cenário nacional, em virtude da alta produção brasileira de milho.

Palavras-chave: Bovinocultura. Dieta wdg. Produtividade.


Texto completo:

PDF

Referências


ABCZ – Associação Brasileira dos Criadores de Zebu. Zebu de ponta a ponta. OnLine. Disponível em: http://www.abcz.org.br. Acesso em 12 de set. 2017.

ABIEC. Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes. Rebanho Bovino Brasileiro. OnLine. Disponível em: http://www.abiec.com.br. Acesso em 22 set. 2017.

ABIEC. Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes Industrializadas. Disponível em: . Acesso em: 22 set. 2017.

AGROANALYSIS. São Paulo. Pecuária: Confinamento X Semi-confinamento. p. 36-39. Out.,2004.

ANUALPEC - ANUÁRIO DA PECUÁRIA BRASILEIRA. Anuário estatístico da pecuária de corte. São Paulo: FNP Consultoria e Comércio, 2013.

ARRIGONI, M. D. B.et al. Níveis elevados de concentrado na dieta de bovinos em confinamento. Veterinária e Zootecnia v.20, n.4, p. 539-551, 2013.

CERVIERI, R. C.; CARVALHO, J. C. F.; MARTINS, C. L. Evolução do Manejo Nutricional nos Confinamentos Brasileiros: Importância da Utilização de Subprodutos da Agroindústria em Dietas de Maior Inclusão de Concentrado. In: SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE NUTRIÇÃO DE RUMINANTES, 2., 2009, Botucatu. Recentes avanços na nutrição de bovinos confinados: Anais... Botucatu: UNESP, Faculdade de Ciências Agronômicas, 2009. p.2-22.

CHAVES, B. W. Utilização de resíduos industriais na dieta de bovinos leiteiros. Electronic Journal of Management, Education and Environmental Technology (REGET), 18, 150-156, 2014.

COSTA, E.C.et al. Desempenho de Novilhos Red Angus Superprecoces, Confi nados e Abatidos com Diferentes Pesos. Revista Brasileira de Zootecnia, Viçosa, v.31, n.1, p.129-138, 2002.

EUCLIDES FILHO, E. K; FIGUEIREDO, G.R. Retrospectiva e perspectivas de cruzamentos no Brasil. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO SOBRE CRUZAMENTO DE BOVINOS DE CORTE, 2003. Londrina. Anais... Londrina: IAPAR, 2003. 1 CDROM.

EZEQUIEL, J. M. B.et al. Desempenho e características de carcaça de bovinos Nelore em confinamento alimentados com bagaço de cana-de-açúcar e diferentes fontes energéticas. Revista Brasileira de Zootecnia, v.35, n.5, p. 2050-2057, 2006.

FAO - Food and Agriculture Organization of the United Nations. Livestock and Animal Production. Animal Production and Health, 2014. Disponível em: . Acesso em: 23 de set de 2017.

GOMES, R. C.et al. Estratégias alimentares para gado de corte: suplementação a pasto, semiconfinamento e confinamento. In: NUTRIÇÃO de bovinos de corte: fundamentos e aplicações. Brasília, DF, Embrapa, 2015, cap. 9, p. 119 -140. Disponível em: https://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/bitstream/doc/1011236/1/NutricaoAni malCAPITULO09.pdf. Acesso em: out. 2017.

HENRY, W. A. Dried distillery grains compared with oats. Feeds and Feeding 2.ed. Morrison Publishing Co., Ithaca, NY, 1990.p. 421.

JOSAHKIAN, L.A. Associação Brasileira dos Criadores de Zebu: uma empresa de genética tropical. In: SIMPÓSIO DE PRODUÇÃO DE GADO DE CORTE, 1., 1999, Viçosa. Anais... Viçosa: Universidade Federal de Viçosa, p.21-28, 1999.

KIM, S.; DALE, B.E. Environmental aspects of ethanol derived from no-tilled corn grain: nonrenewable energy consuption and greenhouse gás emissions. Biomass and Bioenergy, v.28, p. 475-489, 2005.

KLOPFENSTEIN, T.; ERICKSON, G.; BREMER, V. Use of Distillers Byproducts in the Beef Cattle Feeding Industry. Journal of Animal Science, p. 2007-0550, 2008.

MANELLA, M.Q. As vantagens de cruzar. OnLine. Disponível em: . Acesso em: 23 de novembro de 2017.

POKHAREL, S. Effects of feeding high levels of wet distillers grains and straw on beef quality, Nebraska Beef Cattle Report. p.92-95, 2011.

RESTLE, J.; VAZ, F.N. Confinamento de bovinos definidos e cruzados. In: LOBATO, J.F.P., BARCELLOS, J.O.J., KESSLER, A.M. (Eds.) Produção de bovinos de corte, Porto Alegre: EDIPUCRS, 1999. p141-168.

RESTLE, J.et al. Substituição do grão de sorgo por casca de soja na dieta de novilhos terminados em confinamento. Revista Brasileira de Zootecnia, p.1009-1015, 2004.

RONCHESEL, J. R. Comportamento ingestivo de bovinos nelore confinados adaptados com diferentes protocolos à dieta de alto concentrado. 2012. Tese (doutorado). Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Unesp, Botucatu.

SALMAN, et al. Metodologia para avaliação de alimentos para ruminantes. Porto Velho, RO: Embrapa Rondônia, 2010. 21 p.

SANTOS, F. A. P.; MOSCARDINI, M. C. Substituição de fontes de amido por subprodutos ricos em pectina ou fibra de alta diestibilidade na ração de bovinos confinados. In: Simpósio de Nutrição de Ruminantes, 3., 2007. Botucatu. Anais... Botucatu: Grupo Nutrir, 2007. P. 35-52.

STALKER, A.et al. Feeding Corn Milling Co-Products to Forage Fed Cattle. Nebraska Corn Board and the University of Nebraska–Lincoln Institute of Agriculture and Natural Resources., 2010.

THIAGO, L.R.L.S. Confinamento de Bovinos. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Centro Nacional de Pesquisa de Gado de Corte. Brasília: EMBRAPA - SPI, 1996, 85 p. (Coleção CRIAR 3).

CEZAR, I. M.et al. Sistemas de produção de gado de corte no Brasil: uma descrição com ênfase no regime alimentar e no abate. Embrapa Gado de Corte, 2005.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.