Danos psicológicos causados em mulheres que sofrem com violência sexual e a denúncia.

Lara Luiza Liporone de Sá

Resumo


O assunto abordado refere-se a violência sexual, ato que vem a acarretar traumas muitas vezes irreparáveis a mulher, tais como, depressão, transtornos, distúrbios, uso frequente de drogas e até mesmos problemas de saúde graves. Gerando um grande desconforto ao indivíduo de se relacionar com outras pessoas, e até mesmo de tornar público seu sofrimento. Mulheres que são abusadas sexualmente sofrem ao relatar aos médicos, policiais e até mesmos aos delegados, tudo aquilo que foi obrigada se submeter durante o estupro. Há a necessidade de que os médicos legistas e delegados saibam conduzir este tipo de abordagem, evitando assim, o desconforto de relembrar e reviver o trauma passado. Há também, a necessidade de que todo e qualquer tipo de abuso seja denunciado, mesmo que sejam causados por membros familiares. A coragem de denunciar o agressor é fundamental para que o indivíduo consiga ou que, pelo menos, tente seguir a vida, poupando outras pessoas a passar pelo mesmo trauma.


Palavras-chave


Danos psicológicos, violência sexual, dificuldade na denúncia.

Texto completo:

PDF

Referências


Referências Bibliográficas:

Aspectos psicológicos de mulheres que sofrem violência sexual. Disponível em:<(https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S141320871300006X>. Acesso em: 18/05/2018

Conquistas e desafios no atendimento das mulheres que sofreram violência sexual. Disponível em :. Acesso em 18/05/2018

FERNANDES, M da P. M. Sobrevivi... Posso Contar. Fortaleza: Armazém da Cultura, 2010.

Violência sexual contra a mulher e impacto sobre a saúde sexual e reprodutiva.. Disponível em: . Acesso em 18/05/2018

Violência sexual contra mulheres no Brasil: conquistas e desafios do setor saúde na década de 2000. Disponível em:< http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-2902014000300787&script=sci_abstract&tlng=pt>. Acesso em 18/05/2018

Ministério da Saúde. Norma técnica prevenção e tratamento dos agravos resultantes da violência sexual contra mulheres e adolescentes. Brasília: Ministério da Saúde; 1999.Disponível em: . Acesso em 18/05/2018

Como silenciamos o estupro. Disponível em: < https://super.abril.com.br/comportamento/como-silenciamos-o-estupro/>. Acesso em 18/05/2018.

Tolerância social favorece medo e vergonha de vítimas de estupro. Disponível em: < http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2017/08/1911349-tolerancia-social-favorece-vergonha-medo-e-silencio-de-vitimas-de-estupro.shtml>. Acesso em 18/05/2018.

Violência Doméstica e as Implicações na Saúde Física e Emocional de Mulheres. Disponível em: < http://dx.doi.org/10.1016/j.recli.2013.03.002>. Acesso em 18/05/2018.

Psicologia: Ciência e Profissão Out/Dez. 2017 v. 37 n°4, 956-969. Disponível em: < https://doi.org/10.1590/1982-3703003652016> Acesso em 18/05/2018.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.