PSEUDOMICETOMA DERMATOFÍTICO EM FELINO DA RAÇA HIMALAIA - RELATO DE CASO

Ludmila Zumerli Alves, Romeu Moreira Dos Santos, Cléber Jacob Silva de Paula

Resumo


Pseudomicetoma dermatofítico se caracteriza por uma dermatofitose profunda que afeta a derme e o subcutâneo. Raro em animais domésticos é causado por fungos dermatófitos, geralmente da espécie Microsporum canis. A patogenia desta afecção ainda não está totalmente esclarecida, mas sabe-se que sua transmissão se faz por contato direto e indireto entre os indivíduos e é considerada uma zoonose. Este trabalho relata um caso de Pseudomicetoma dermatofítico em um felino, fêmea, da raça Himalaia, que apresentou três nódulos pelo corpo. Após nodulectomia e exame histopatológico pode-se diagnosticar dermatite fúngica granulomatosa. O animal foi submetido a tratamento com itraconazol por longo período, apresentado remissão completa das lesões sem recidivas até o momento.


Palavras-chave


Dermatite fúngica; Microsporum canis; Micoses.

Texto completo:

PDF

Referências


AJELLO, A et al. Dermatophyte mycetoma: fact or fiction. Proceedings of 5thInternational Conference on Mycoses Pan Am Health Org Sci Pub, v.396, p.135-140, 1980.

ALVES, P. Dermatofitose. Disponível em:. Acesso: dia 04/07/2018.

ATES A, et al. Dermatophytes isolated from asymptomatic dogs in Adana, Turkey: A preliminary study. Journal de Mycologie Médicale, v. 18, p. 154- 157, 2008.

CARTER, G. R. Fundamentos de bacteriologia e micologia veterinária. 1ª edição. São Paulo, 1988. p: 230-233.

CHEN, A.W.J. et al. Dermatophyte pseudomycetoma: a case report. Br J Dermatol, v.129, n.6, p.729-732, 1993.

CHERMETTE, R. et al. Dermatophytoses in Animals. Mycopathologia, v. 166, p. 385–405, 2008.

HNILICA, K. A. Dermatologia De Pequenos Animais: Atlas colorido e Guia Terapêutico. 3 ed. Rio de janeiro : Elsevier, 632p. 2012.

LACAZ, C. S. et al. Identificação dos fungos. Guia para identificação: fungos, actinomicetos, algas de interesse médico. São Paulo: Sarvier-FAPESP, p. 65-66. 1998.

MADRID, I. M.; MATTEI, A. S. Manual de Zoonoses. Edição 1ª. Volume: 2. p: 37-47. 2011.

MEDLEAU, L.; RAKICH, P. H. Microsporum canis pseudomycetoma in a cat. Journal of American Animal Hospital Association. 30: 573-576, 1994.

MEDLEAU, L; HNILICA, K. A. Dermatologia de pequenos animais: Atlas colorido e guia terapêutico. 2 ed. São Paulo: Roca, 2009.

MORAES, M.A.P. et al. Pseudomicetoma dermatofítico: relato de um caso devido a Trichophyton tonsurans. Rev Soc Bras Méd Trop, v.34, n.3, p.291-294, 2001.

MULLER, W; KIRK’S. Small animal dermatology. San Diego, California; 7 ed. Pg. 87-91, 2013.

RINALDI, M.G. et al. Mycetoma or pseudomycetoma. A distinctive mycosis caused by dermatophytes. Mycopathol, v.81, n.1, p.41-48, 1983.

ROCHETTE, F; et al. Antifungal agents of use in animal health-pratical aplications.

Journal of Veterinary Pharmacology and Therapeutics, v. 26, p. 31-53, 2003.

ROMANI, L. Immunity to fungal infection. Nature reviews immunology. v.4, n.1, p.11-13, 2004.

OUTERBRIDGE, C.A. Mycologic Disorders of the Skin. Clinical techniques in Small Animal Practice. 21:128-134, Elsevier, 2006.

SANCHO, P. Micose nos gatos: Dificuldades diagnósticas na dermatofitose. 2017. Disponível em: . Acesso em: 09 de setembro de 2018.

TOSTES, R. A.; GIUFFRIDA, R. Pseudomicetoma dermatofítico em felinos. 2003. Disponível em: . Acesso em: 04 de dezembro de 2018.

VIANA, F. A. B. Guia terapêutico Veterinário. 3° edição. Lagoa Santa: CEM, 560p. 2014.

WILCOCK, B. P et al. Mycetoma-like Granuloma in a cat caused by Microsporum canis. Journal Comp. Path. Vol. 96, London, 1986.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.