CASUÍSTICA DE NEOPLASIAS EM CÃES E GATOS NO HOSPITAL VETERINÁRIO DA FAFRAM EM 2017

Emily Heloise de Oliveira Simão, Lara Eduarda Domenici, Aline Gomes de Campos

Resumo


Com o aumento da expectativa de vida dos pequenos animais, cresceu também a incidência de neoplasias. Este estudo retrospectivo teve como intuito avaliar a ocorrência de neoplasias na área de clínica médica e cirúrgica de pequenos animais, no Hospital Veterinário Carlos Fernando Rossato, FAFRAM, Ituverava/SP, através de fichas clínico-cirúrgicas, referentes às amostras de neoplasias removidas cirurgicamente ou não, achados de exames citológicos e/ou histopatológico. Foram coletados dados como espécie, raça, idade e neoplasia para correlaciona-los. Dos animais acometidos por neoplasia, 86% eram cães e 14% eram felinos. Enquanto as fêmeas mestiças e idosas foram mais acometidas. As neoplasias mais comuns diagnosticadas, foram os carcinomas de modo comum e o TVT sendo este exclusivo dos caninos. Conclui-se então que as fêmeas caninas, mestiças, com mais de 7 anos, foram as mais acometidas por neoplasias. Sendo estas neoplasias em sua maioria os carcinomas e o Tumor venéreo transmissível (TVT).


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.