HEMATOPOIESE EXTRAMEDULAR E PLACAS SIDEROCALCINÓTICAS EM BAÇO DE CÃO – RELATO DE UM CASO

Camila Nogueira, Aline Gomes de Campos, Cleber Jacob Silva de Paula, Bianca Paludetto, Sara Felícia Assaf Abud

Resumo


A hematopoese extra medular é um mecanismo compensatório ativado quando a medula óssea não consegue produzir a quantidade necessária de células sanguíneas, passando assim essa função para os órgãos hematopoiéticos. O diagnóstico pode ser através de raio-x, tomografias, ressonância ou exames histológicos a partir da biópsia do órgão. O tratamento é a partir da doença primária, sendo comum, entre elas, a anemia. O intuito desse trabalho foi relatar um caso de hematopoese extra medular e formação de placas siderocalcinóticas de uma cadela, mestiça, com 11 anos de idade, que apresentava melena, timpanismo no quadrante superior direito, esplenomegalia na palpação e êmese. Assim, a hematopoiese é uma alteração secundária, já esperada em órgão hematopoiéticos, na maioria das vezes, sendo elas hematológicas e as placas de pigmentação é uma alteração normal devido ao acúmulo do pigmento hemossiderina.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.