AVALIAÇÃO FISIOLÓGICA E COMPORTAMENTAL DE CÃES DURANTE BANHO E TOSA

Felipe Dametto Guerreiro, Aline Gomes Campos, Lígia Marina Piai Dias Ramos

Resumo


Este trabalho objetivou observar o comportamento e aspectos fisiológicos durante as etapas de banho e secagem em cães. Foi possível avaliar os sinais de estresse de dez cães, provenientes de um banho e tosa de Colina/SP, no repouso e durante o banho. Já a avaliação fisiológica como frequência cardíaca, respiratória e a temperatura retal, foi realizada no repouso e após o banho. Como resultado, destacou-se o momento da secagem como mais irritante e a maioria dos sinais foram exacerbados durante as etapas, sobressaindo alguns mais relevantes. A frequência cardíaca e temperatura não se distanciaram muito do referencial, apenas a frequência respiratória que apresentou um desarranjo. Pôde ser comprovado em todos os animais que, no banho e tosa, o cão está exposto a agentes estressantes. Sendo assim, essencial a compreensão e o acompanhamento médico veterinário neste processo para evitar complicações.

 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.