DESENVOLVIMENTO INICIAL DA CANA-DE-AÇÚCAR SUBMETIDA A APLICAÇÃO DE BIOESTIMULANTES

Andre Luiz Ferreira Martins

Resumo


O objetivo do trabalho foi avaliar o efeito do Bioenergy® no sulco de plantio em comparação ao Biozyme® no desenvolvimento inicial da cana-de-açúcar. O experimento foi instalado em 2017, sendo a variedade utilizada CTC20. Cada parcela foi composta de 10 linhas com 10 metros de comprimento. Os tratamentos foram: T1 (Biosyme + Bravo), T2 (Bioenergy + Bravo), T3 (Biosyme + MOI) e T4 (Bravo + Bioenergy + MOI). Em todos os tratamentos foram adicionados 250 mL.ha-1 de Fipronil + 250 mL.ha-1 de Priori Extra para prevenção de pragas e doenças. O volume de calda nas soluções foi 100 litros por hectare. Os parâmetros avaliados foram: altura dos perfilhos e número de perfilhos por metros linear, sendo avaliadas aos 30, 45 e 60 dias após plantio. De acordo com os resultados obtidos nesse experimento pode-se concluir que a aplicação de Bioenergy e Biosyme promoveram incremento no desenvolvimento inicial da cana-de-açúcar.

Palavras-chave


Bioenergy; Biozyme; Perfilhamento; Saccharum spp;

Texto completo:

PDF

Referências


ALBREACHT,L.P.et al. Aplicação de biorregulador na produtividade do algodoeiro e qualidade de fibra. Scientia Agraria, UFP. Paraná, Brasil. V. 10, n. 3, p. 191-198. Maio.2009.

ARÉVALO, R.A.; ROSSETTO, R.; MATTA JÚNIOR, J.P. (2002) -Efeito de hormônios na brotação e crescimento inicial da cana-de-açúcar. In: Congresso Nacional da Sociedade dos Técnicos Açucareiros e Alcooleiros do Brasil, 8., 2002, Recife. Anais. Recife: STAB, p. 417-424.

BUI, W.; KINOSHITA, C.M. Has drip irrigation in Hawaii lived up to expectations? In: INTERNATIONAL DRIP/TRICKLE IRRIGATION CONGRESS, 3., 1985, Fresno. Proceedings... Fresno: American Society of Agricultural Engineers, 1985. p.84-9.

CLAYTON, W.D.; DANIELS, C.A. Geographical, historical and cultural aspect of origin of the Indian and Chinese sugarcane S. barberi and S. sinensis. ISSCT Sugarcane Breeding Newsletter, v.36, p.4-23, 1975.

DALRI, A.B.; CRUZ, R.L. Produtividade da cana-de-açúcar fertirrigada com N e K via gotejamento subsuperficial. Engenharia Agrícola, v.28, p.516-524, 2008.

DEON, M.D.; GOMES, T.M.; MELFI, A.J.; MONTES, C.R.; SILVA, E. da. Produtividade e qualidade da cana-de-açúcar irrigada com efluente de estação de tratamento de esgoto. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.45, p.1149-1156, 2010.

MATIOLI, C.S.; PERES, F.C.; FRIZZONE, J.A. Análise de decisão sobre a viabilidade da irrigação suplementar de cana-de-açúcar colhida no mês de julho na região de Ribeirão Preto - SP. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA AGRÍCOLA, 25., CONGRESSO LATINOAMERICANO DE INGENIERIA AGRÍCOLA, 2., 1996, Bauru. Resumos… Jaboticabal: Associação Brasileira de Engenharia Agrícola, 1996. p.386.

MENDES, L.S.; CASTRO, P.R.; ROSSI, G. Desenvolvimento inicial de mini-toletes de cana-deaçúcar submetidos a tratamentos com agroquímicos. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FISIOLOGIA VEGETAL, 12., 2009, Fortaleza. Anais... Fortaleza: UFC, 2009. 2p.

MIGUEL,F.B et al. XLVI CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL. Viabilidade econômica do uso de reguladores vegetais em cana-planta. Botucatu – São Paulo, 2008.

OLIVEIRA, E.L. de; ANDRADE, L.A. de B.; FARIA, M.A. de; EVANGELISTA, A.W.P.; MORAIS, A.R. de. Uso da vinhaça de alambique e nitrogênio em cana de açúcar irrigada e não irrigada. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.44, p.1398-1403, 2009.

ROBERTSON, M.J.; INMAN-BAMBER, N.G.; MUCHOW, R.C.; WOOD, A.W. Physiology and productivity of sugarcane with early and mid-season water deficit. Field Crops Research, v.64, p.211-227, 1999.

RUIZ, V.S. Fitorreguladores. In: El parásito de la vid: estrategias de protección razonada. 4.ed. Madrid: Mundi-Prensa, 1998. p.303-306.

VIEIRA, E.L. Ação de bioestimulante na germinação de sementes, vigor de plântulas, crescimento radicular e produtividade de soja (Glycine max (L.) Merrill), feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.) e arroz (Oryza sativa L.). Piracicaba: ESALQ, 2001. 122p. Tese de Doutorado em Agronomia.

VIEIRA, E.L.; CASTRO, P.R.C. Ação de bioestimulante na cultura da soja (Glycine max (L.) Merrill). Cosmópolis: Stoller do Brasil, 2004. 74p.

VIEIRA,E.L; CASTRO, P.R.C. Ação de bioestimulante na germinação de sementes, vigor das plântulas, crescimento radicular e produtividade de soja. Revista Brasileira de Sementes, Vol.23, nº 2, p.222-228, 2001

WIEDENFELD, R.P. Water stress during different sugarcane growth periods on yield and response to N fertilization. Agricultural Water Management, v.43, p.173-182, 2000.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.